Land of Mine

terça-feira, julho 11, 2017

No pós-II Guerra Mundial, alguns soldados alemães, após a derrota, foram forçados a encontrar e a desactivar milhares de minas enterradas pelo seu exército na costa da Dinamarca. Este filme dinamarquês retrata essa realidade, vivida por um grupo de soldados adolescentes alemães.

O grupo fica sob a liderança do Sargento Carl Rasmussen, que não lhes dá descanso. Trabalham debaixo do sol, a rastejar na areia, dias a fio e sem comer. Ao início, o Sargento dificulta-lhes muito a vida - sente uma raiva e um desprezo genuíno em relação a todos os soldados inimigos que lhes fizeram a vida negra. No entanto, aos poucos, vai percebendo que aqueles meninos que ainda mal têm barba não fazem ideia do que andam para ali a fazer e são apenas isso, rapazes.

Cria-se uma relação de confiança, que no entanto é abalada em alguns momentos. É um filme forte, que carrega muita emoção negativa pelo peso da História, mas tem também muitos momentos de beleza - na entreajuda, nas amizades, na fotografia impressionante e numa escolha de cast soberbo. Quando vi o filme não sabia que tinha sido nomeado para o Óscar de Melhor Filme Estrangeiro. Agora sei. E recomendado.


Também deves gostar disto

2 comentários

  1. Tenho de ver. Apesar de ser outra história, este teu post fez-me pensar que ainda há bem pouco tempo (ainda menos do que aquele que nos separa da II Guerra) haviam mais de 15 milhões de minas terrestres em Angola... já no século XXI.

    ResponderEliminar

Seguir por email

Visitantes

Blogs Portugal